Olá! Seja bem vindo!

"O objetivo desse blog é compartilhar boa música"

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Jazz e Quadrinhos

Uma ótima combinação, para quem curte as duas coisas, mas tem de ser experimentada na prática, ou seja leitura com uma música de fundo. Para os mais sofisticados, vinho ou whisky cigarrilhas, charutos e afins.

A verdade é que o jazz contagiou muitos quadrinistas e estes por sua vez refletiram nos desenhos a paixão pelo estilo. O americano Robert Crumb criador do gato Fritz foi um deles. Crumb há mais de 20 anos começou com sua externsa coleção de Vinis de Blues e Jazz. Desde então passou a desenhar em homenagem aos mestres do Blues. Em "Os Herois do Blues" Crumb conta a história de Charlie Patton além desta o livro traz histórias que Crumb foi construindo através dos anos, que mostram e criticam as evoluções da música popular através do século XX. A editora Conrad do Brasil editou este livro que se chama Blues. Vale a pena pois é uma compilação desta e outras histórias reunidas nesta edição.

Outra novidade também lançada no Brasil pela Editora LP&M é o trabalho do argentino Muñoz-Sampayo sobre a Billie Holiday.

Em outras línguas há trabalhos de quadrinistas que se tornaram clássicos ao exemplo do belga Louis Joos. Nos anos 80 ele começou os primeiros esboços sobre pianista Thelounius Monk e depois sobre Charles Mingus.

Na Itália onde o jazz sempre esteve em efervescência, a cena dos quadrinhos também é muito forte. Recentemente li o livro do Paolo Parisi, Coltrane. A obra traz as impressões pessoais do autor sobre a obra-prima do músico "A Love Supreme".


Outro quadrinho que fala do jazz indiretamente é o segundo volume de Jazz Maynard série policial da dupla espanhola Raule e Roger Ibáñez Ugena. Maynard é um trompetista de jazz e ladrão nas horas vagas, que mora em Barcelona, na Espanha. Acho que está disponível no Brasil, vale a pena conferir!




Um comentário:

rojazz disse...

Boa matéria Flávia, eu nunca mais postei porque estou sem internet em casa. Até mais!